gal vence

Vamos encher os Pavilhões - mas com dignidade a Modalidade merece
Calendário e Resultados na Barra Direita

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Andebol No Feminino – 01 – 2014 / 2015

Antevisão do Nacional da 1ª Divisão de Seniores Femininos
 
Quando se aproxima o início de mais um campeonato da 1ª divisão feminina, fazemos a antevisão da competição. Analisaremos as novidades (falaremos apenas das entradas e saídas mais relevantes) e faremos, como habitualmente, a nossa previsão equipa a equipa. Lamentamos, no entanto, que tão perto do início da competição, alguns clubes não tenham sequer apresentado as suas novas jogadoras. Por isso, omissões que tenhamos nesta análise tem sobretudo a ver com a má comunicação de alguns clubes.
 
Alavarium: A equipa que dominou o andebol feminino português nas últimas duas épocas apresenta-se com um plantel fortíssimo. É verdade que perdeu Ana Seabra, Diana Roque e Ana Marques mas Ana Seabra fez uma época passada muito fraca e Ana Marques esteve lesionada na segunda metade da época. Para os seus lugares, o Alavarium reforçou-se na Madeira com Mariana Sousa, Sara Sousa (ex-Sports Madeira) e Isabel Góis (ex-Madeira Sad). Três excelentes aquisições, sobretudo Isabel Góis, a melhor Guarda-redes portuguesa e que é talvez a jogadora mais decisiva a atuar em Portugal. Ao que parece, terá sido contratada também uma atleta norueguesa de primeira linha, mas não temos ainda confirmação oficial. O Alavarium é de longe a equipa com melhor plantel da primeira divisão, resta saber até que ponto a saída do carismático treinador Ulisses Pereira poderá afetar a equipa, já que é difícil imaginar o Alavarium sem Ulisses Pereira. A escolha recaiu (e bem) em Carlos Neiva, o seu adjunto que tem nas mãos um plantel muito forte, com os seus adversários principais mais debilitados e por isso com uma grande possibilidade de conseguir o tricampeonato para a equipa de Aveiro. Lugar previsto: 1º lugar. 
 
Colégio João de Barros: O eterno aspirante a campeão parte, de novo, com essa aspiração. A equipa perdeu peças importantes: Paula Malcato, Inês Catarino e, sobretudo, Ludmila Soares e Dulce Pina. Para o seu lugar, os responsáveis do Colégio João de Barros fizeram regressar Natalina Melo e foram recrutar Fátima Suaré (ex-Passos Manuel), Francisca Marques (ex-Juve Lis) e Leticia Cobo (ex-Zuazo). Boas escolhas que tentam compensar as saídas, embora Dulce Pina não tenha uma substituta à altura e, com a saída de Ludmila Soares, a posição de Guarda-redes passa a ser o calcanhar de Aquiles desta equipa. Se aumentar o número de treinos que as suas atletas efetuam, o Colégio João de Barros pode discutir o campeonato até ao final, mas há que reconhecer que o lote de jogadoras da época passada dava mais garantias do que as deste ano. Paulo Félix continua à frente da equipa. Será desta que consegue o troféu? Não nos parece pois a superioridade do plantel do Alavarium sobre todas as outras equipas é grande, mas em playoffs tudo pode acontecer. Lugar previsto: 2º lugar. 
 
Colégio de Gaia: A equipa de Gaia melhorou muito o ano passado e conseguiu dois grandes reforços para a sua equipa: Ana Gante (ex-Juve Lis) e Jéssica Ferreira (ex-Sports Madeira). A contratação de Jéssica Ferreira vem colmatar a grande falha que o Colégio de Gaia tinha que era a posição de Guarda-redes. Só não dizemos que se tornam candidatos ao título pois este ano, com a contratação de Isabel Góis, o Alavarium está muito à frente de toda a concorrência. Mas com estas duas grandes contratações, o Colégio de Gaia pode perfeitamente lutar por estar presente na final do campeonato. Paula Castro tem o melhor plantel dos últimos anos, veremos se consegue transformar este ótimo plantel numa grande equipa. Lugar previsto: 3º lugar. 
 
Madeira Sad: Muitas mexidas também no Madeira Sad. Andreia Andrade deixa a modalidade, Soraia Lopes rumou a Espanha e Isabel Góis mudou-se de armas e bagagens para o rival Alavarium. As três aquisições são esquerdinas: Regressa ao clube Catarina Ascensão (ex-Guardes), Anais Gouveia troca o Sports pelo Madeira Sad e a jovem promessa do andebol português, Érica Tavares irá até ao Funchal, proveniente do Porto Salvo. São boas aquisições e colmatam a saída de Soraia Lopes e Andreia Andrade mas a perda de Isabel Góis é irreparável. A melhor guarda-redes portuguesa era um fator decisivo para que o Madeira Sad continuasse a lutar por títulos e a sua saída irá deixar muito mais fraco as madeirenses. Não acreditamos que repitam a final do ano passado. Veremos como lidará com esta difícil situação o seu novo treinador, Duarte Sousa. Lugar previsto: 4º Lugar. 
 
Jac –Alcanena: Hesitámos entre colocar o Jac em 4º ou 5º lugar pois a equipa conseguiu bons reforços, mantendo a estrutura base. A pesca foi em Assomada, onde a equipa de Alcanena conseguiu ir buscar a promissora primeira linha Micaela Sanches e a Guarda-redes Soraia Almeida que realizou uma excelente época e que vem colmatar uma grave falha que tinha a formação de Alcanena. O regresso (esteve em Erasmus) de Adriana Lage é uma grande notícia para Marco Santos que, com as suas jogadoras a ganharem mais maturidade, acreditamos poder até chegar a uma meia-final dos playoffs, embora seja difícil chegar lá. Lugar previsto: 5º lugar. 
 
Maiastars: Até ao momento, não foram divulgadas novidades no que diz respeito à equipa da Maia. A manutenção do atual plantel significa uma aposta na continuidade e o Maiastars, passo a passo, tem consolidado a sua posição a meio da tabela do campeonato primodivisionário. Acreditamos que o enfraquecimento da Juve Lis irá permitir à formação maiata a obtenção de um lugar na primeira metade da tabela. Lugar previsto: 6º lugar. 
 
Sports Madeira: A equipa madeirense perde Anaís Gouveia, uma das revelações da época passada e Jéssica Ferreira, a sua guarda-redes que era a sua peça mais decisiva. Apesar disso, conseguiu reforçar-se bem sobretudo com Sara Gonçalves, a fantástica ponta esquerda que regressa após uma rápida passagem pelo Madeira Sad e também com Carolina Rodrigues que regressa também após uma rápida passagem pelo Cale. A Guarda-redes Nance Fernandes também regressa mas não acreditamos que faça esquecer Jéssica Ferreira. Apesar de tudo, acreditamos numa temporada calma para a equipa. Lugar previsto: 7º lugar. 
 
Juve Lis: As leirienses sofreram duas baixas muito importantes. Ana Gante era o abono de família das leirienses e a sua ida para o Colégio de Gaia criará muitas dificuldades à Juve Lis. Além disso, Francisca Marques, uma esquerdina em grande ascensão vai para o vizinho Colégio João de Barros. Não acreditamos que vá ser uma época fácil para as leirienses mas julgamos que serão a última equipa a conseguir alcançar os playoffs. Lugar previsto: 8º lugar. 
 
Juve Mar: A formação de São Bartolomeu do Mar não regista nenhuma alteração no seu plantel, pelo que acreditamos que repetirá o lugar da época passada. Não nos parece que tenha equipa para atingir os playoffs, mas julgamos ser a equipa mais consistente das que lutarão para não descer. Lugar previsto: 9º lugar. 
 
Alpendorada: A recém-chegada equipa de Alpendorada possui um lote de jogadoras muito jovens e com muito potencial que tem registado uma agradável evolução nos últimos anos. Não tiveram saídas e conseguiram ainda assegurar o concurso de Maria Coelho (ex-Colégio de Gaia) uma jogadora jovem e versátil que poderá ajudar ainda mais a evolução desta equipa. Apesar das dificuldades que o Alpendorada irá sentir na adaptação a uma realidade diferente à que estavam habituados, acreditamos que a equipa conseguirá evitar a despromoção. Lugar previsto: 10º lugar. 
 
Cale: A equipa de Leça perdeu uma das suas peças mais importantes, Maria Rodrigues, que regressa ao Sports Madeira. O final da época passada já foi muito difícil e não acreditamos que a equipa de Leça este ano consiga escapar à despromoção, sobretudo tendo em conta que o Alpendorada é uma equipa bem melhor do que as equipas que desceram este ano. Lugar previsto: 11º lugar. 
 
Passos Manuel: Apesar do regresso de Paula Malcato, a saída de Fátima Suaré fragiliza a equipa. Não acreditamos que as lisboetas tenham uma margem de progressão tão grande como o Assomada e duvidamos que consigam assegurar a manutenção. Lugar previsto: 12º lugar. 
 
Críticos Femininos

14 comentários:

Anónimo disse...

Com a saída da Isa, o Madeira ficou muito mais fraco e penso que o campeonato perdeu a piada. O Alavarium é muito mais forte que todos, a menos que o novo treinador não as consiga fazer manter o nivel do jogo.

Anónimo disse...

Eu sei que tudo isto são meras previsões. No entanto, vejamos, por exemplo, o caso do Passos Manuel:
- Na época passada foi Campeão Nacional da 2ª divisão, com uma única derrota.
- No confronto direto com o Alpendorada, ganhou em casa e empatou fora.
- Já esta época, num torneio de preparação, ganhou ao Cale e ao Juve Lis.
Mesmo assim, os “Críticos Femininos” consideram o Passos Manuel a equipa mais fraca do Campeonato Nacional da 1ª divisão feminina. Tudo bem! São opiniões.

No entanto, parece-me que ao emitirem estas opiniões os “Críticos Femininos” deveriam, antes de tudo, informarem-se para não estarem a fazer afirmações puramente gratuitas.

É que, o mais ignóbil destas previsões é a tentativa que fazem de desvalorizar o Passos Manuel pelo facto da “saída de Fátima Suaré fragilizar a equipa”. Sabem por acaso que a Fátima Suaré, excelente jogadora, sem dúvida, já não faz parte da equipa do Passos Manuel desde a época 2010/2011 (embora com uma fugaz passagem pela equipa na época 2012/2013)? E que, como tal, nem sequer foi campeã nacional o ano passado? Bastava terem ido ao site da FAP para se informarem!

E em relação à Paula Malcato, outra excelente jogadora? Era “uma peça importante” no Colégio João de Barros, mas no Passos Manuel é apenas “um regresso”!

Enfim, espero que estas incoerente previsões venham dar ânimo às jogadoras do Passos Manuel!

Anónimo disse...

Atenção às análises: parece que na apresentação das suas estrelas, o Alavarium perdeu com o Alpendorada por 2, depois de ter estado a perder por 8 ao intervalo.

Anónimo disse...

Um bom GR é meia equipa...mas também não façam da Isa aquilo que ela (ainda) não é! Tem influência, mas não faz a diferença como diz o Banhadas. Tem sempre uma excelente cunha nas crónicas, mas isso não a ajuda em nada! Faziam o mesmo com a Daniela e vejam no que deu...A Isa não decidiu nenhum jogo para a SAD em 2 anos...não se iludam e não a façam sonhar!Tem muito que trabalhar...
O Alavarium está mais forte, mais equilibrado em todas a posições e a SAD não tem GR que façam a diferença e tem uma equipa onde só 3 ou 4 atletas têm maturidade e experiência. Não são candidatas ao título, não tenham ilusões na ilha.
Estranho e incompetente seria o Alavarium não ganhar tudo este ano. Talvez o João de Barros equilibre a coisa...mas duvido! Tripla p Alavarium - CAMPEONATO / TAÇA / SUPERTAÇA!!!

Anónimo disse...

Tem piada o banhadas no parágrafo que reporta ao Club Sport Madeira não referir as saídas das mediáticas, duas peças fulcrais no clube, na época transacta, as atletas Sara Sousa e Mariana Sousa, esta última uma das melhores marcadoras do campeonato nacional entre os dois clubes da Madeira. Os pilares do clube azul da Madeira foram exactamente as quatro atletas (Jéssica, Mariana, Sara e Anais)que saíram à procura de novas experiências.

Anónimo disse...

Falta referir a saída de Sara Gonçalves do Madeira Sad. Jogadora que se destacou e bem quando estava ao serviço do Sport Madeira, tendo-se cotado como das melhores marcadoras do Campeonato Nacional na dita época. Esperamos que com o seu regresso a casa volte a se evidenciar...

Anónimo disse...

O Barros e o Gaia a frente do Madeira Sad? Não acredito...será que deixam?
Penso que o Gaia fica a frente do Barros.
O Alpendorada fica à frete do Juve lis de certeza!!!

Anónimo disse...

Achei que a saída do Uli podia acabar com estas vitórias mas as contratações foram excelentes,temos o melhor plantel de Portugal e estamos todas juntas imparáveis para sermos de novo asmelhores de Portugal. Excelente análise Banhadas!

Anónimo disse...

Era de bom tom o Banhadas indagar a razão pela qual a FPA admite técnicos não habilitados para dirigir as respetivas equipas, alguns estarem em formação à anos, nunca apresentaram relatórios e não foram sujeitos a qualquer tipo de avaliação. Segundo o regulamento geral da FPA deveria ser atribuída derrota e multa aos prevaricadores. Tristeza de País onde o compadrio e a corrupção estão de mãos dadas

Anónimo disse...

Este anônimo disse tudo!!!!!!

Anónimo disse...

Oh banhadas com o devido respeito mas voces tem de deixar de fazer as analises com a garrafa de vodka a frente
A madeira em quarto so porque perdeu a guarda redes??? A guarda redes nao vale nada nadinha mesmo e so porque mudou para o alavarium ja tem a melhor equipa do mundo??? Deixo uma pergunta se ela tivesse ido pqrq uma equipa da segunda divisao essa equipa ja ia ser q melhor de portugal??? so voces para me fazerem rir a esta hora...

Anónimo disse...

Depois dizer que o ps colegios vao ficar a frente da sad??? Ainda nao perceberam que nao passam de 2 equipas do quase? Quase que ganhavamos isto, quase que ganhavam-mos aquilo, sao equipas que nunca vao ganhar nada, depois colocar o alcanena em 5 o maia em 6 mas voces axam mesmo isso ou fizeram um stand comedy?? E por fim colocqr o campeao da segunda divisao em ultimo e a vossa cereja no topo do bolo estqo a falar do passos manuel uma equipa com historial na primeira divisao nao e nem a assomada nem o vela tavira, ficamos a espera o mais breve possivel da vossa previsao a serio, ja vimos a vossa previsao a brincar foi muito bonita e rimo-nos muito com ela mas agora facam uma a serio sff

Anónimo disse...

Gostei particularmente do ultimo reforço da Sad: Anais??? Axo que nao vai correr muito bem tanto nas bancadas como quando ela estiver sozinha no balneario com o treinador...

Anónimo disse...

O autor desta classificação imaginária, deve de acompanhar bem o campeonato, e conhecer a realidade de um clube que tem os dois escalões na 1ª divisão, sendo caso único no nosso País, parece-me k tb percebe pouco de andebol, pois já aki vi várias criticas a este clube, bem deve de olhar bem para a realidade e talvez até conhecer o nosso clube, ou então mantem-te na tua pekena realidade, as contas serão feitas no final e não só pk lhe apetece, enfim, mentalidade mt pekena.